domingo, 15 de março de 2015

Ao acaso Virgínia

Acendi uma fagulha dentro de mim com teu lodo
com alvejante nos olhos eu pude ve-la
E era clara
primária que me ergueu
nas dobras da pernas rechonchudas
Sou graduado
se sou eu quem nego a estadia
partindo desesperado com xícaras de porcelana
um milhão de cabeças esperando a vez no teu útero
com as mãos brancas por você eu estou
Maldição do concreto que limita
milhas até cair mais uma vez
e nós estaríamos ainda mais longe