quarta-feira, 15 de julho de 2015

Maxilar 95

Tem seus vãos ainda que minha língua caçou
cheiro de menina que fogia do colégio
e se fazia de mulher à mim
Te fiz pilão para minhas ressacas semanais
antitérmico no teu útero entre a inundação do falo
Reli jornais velhos com porcelana nas minhas mãos não trêmulas
Gofei como recém nascido
apagando pontas de esperança em cada gole
E repetir a dose
não bastar somente a sorte
Opondo-se o sol
Ergueu a manhã