segunda-feira, 22 de julho de 2013

O intocável rude

Triste o homem que rouba o esforço
que nega o suor e o drama do outro
Triste o homem que mal sabe falar
faz uso da linguagem de livro fechado

Me ponho a golpear com esse seco continuo
com o mínimo possível de não querer cadeira
Nem areia sob meus pés fizeram diferença
quem margeia o pé da montanha não pode ter névoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário