quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Inócuo pela manhã

Café sem açúcar
catarrei o tempo 
cinza ausente
que tristeza essa desses dias?
perguntavam escondendo o sol na
boca fechada
não havia calor algum
não havia parte alguma  na qual
procurar
gotas finas como punhais caindo
do céu
eu lembro de ter esse mesmo
negro nos olhos
filme mudo em um tempo
moderno
estavam se multilando no ápice do
comodismo
se havia alguma esperança
se havia alguma garrafa ainda
cheia
que porra de sorte era essa?
estávamos procurando no lugar
errado

Nenhum comentário:

Postar um comentário