quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Tonteio nas pernas dela

Atravesso a rua
tonteio até a outra calçada
sob a lua sou visto
e não encontro

famintos cães no cio
mios de gatos apaixonados
correndo atrás
com a corda no pescoço
só os demais

verão é uma estação  cinza
onde desaba por acaso
a montanha batendo no peito
quem dera te mostrar pontiagudas verdades

migalhas ao invés de sonhos
insônia saciada num hotel
prendendo o ar
cortando a corda

amanhã é só mais dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário